XFL – The Rock anuncia início de liga de futebol americano para março de 2022


Ator de Hollywood comprou a XFL em agosto deste ano; jogos vão acontecer em um ano e meio

O astro de Hollywood Dwayne “The Rock” Johnson, ao lado de sua ex-esposa e mais um parceiro comercial, adquiriu, em agosto, a liga de futebol americano XFL. Nesta quinta-feira (1º), ele anunciou que os jogos vão acontecer na primavera dos Estados Unidos de 2022 – período compreendido entre os meses de março a junho.

A XFL, originalmente, teve sua primeira temporada no início dos anos 2000, com objetivo de rivalizar com a NFL – maior e mais rentável liga de futebol americano do mundo. A liga, contudo, faliu logo após sua primeira temporada. Em 2020, a XFL anunciou seu retorno aos esportes, com um investimento interessante, sobretudo em mídias sociais. E presença de público razoável nos estádios, além de interesse midiático – com transmissões para o Brasil pela ESPN.

Mas a pandemia do novo coronavírus afetou a nova XFL, que declarou falência novamente, desta vez no meio da temporada. The Rock e seu grupo comercial fizeram, então, investimento financeiro e compraram a marca da XFL no início de agosto.

Publicado em Campeonatos, XFL | Com a tag , , | Deixar um comentário

Máscara no queixo não protege nada – NFL cobra utilização correta dos treinadores

Máscara cobrindo o queixo não protege contra absolutamente nada (Sarah Snyder/LA Rams)

Liga não ficou satisfeita ao ver técnicos sem a máscara no rosto durante partidas na semana 1

Durante os primeiros jogos na abertura da NFL foi comum ver uma aula de como não usar máscara para proteção contra contágio do vírus causador da Covid-19. Máscaras posicionadas apenas sobre a boca, sobre o pescoço ou nenhuma máscara utilizada foram o ‘novo normal’ na liga de futebol americano. E a NFL não gostou nada disso…

Em um comunicado direcionado às franquias, a liga alertou o estafe técnico e todos aqueles que estiveram na área do campo (incluindo equipe médica) para melhor utilização da máscara protetiva. Caso isso não aconteça, multas serão distribuídas para os infratores.

– Temos que seguir atentos e disciplinados ao seguir os processos e protocolos estabelecidos não apenas pela liga, união de atletas e times, mas também pelo Estado e governantes locais – disse Troy Vincent, vice-presidente de Operações da NFL.

Publicado em Equipamentos, Geral, Máscaras | Com a tag , , , , , , , | Deixar um comentário

Dwayne ” The Rock” Johnson, compra XFL(Xtreme Football League) concorrente da NFL

Dwayne ” The Rock” Johnson, compra XFL(Xtreme Football League)

Dwayne “The Rock” Johnson e outros dois parceiros compraram a XFL (Xtreme Football League). O ator, produtor e ex-astro da WWE se juntou à ex-mulher Dany Garcia e à empresa de investimentos privados RedBird Capital Partners, de Gerry Cardinale, para comprar a liga de futebol americano concorrente da NFL, que declarou falência no dia 13 de abril.

Dany Garcia usou as redes sociais para anunciar a novidade. “Parabéns aos meus parceiros ‘The Rock’ e Gerry Cardinale. Vamos fazer mágica!”, escreveu a empresária.

“Para Dwayne, Gerry e eu, essa propriedade representa uma oportunidade incrível. É a confluência de grande paixão, tradição e possibilidade”, completou Garcia em comunicado.

Também em publicação no Twitter, comemorou a compra: “Com gratidão e paixão, construí uma carreira com minhas próprias mãos e aplicarei esses calos a nossa marca. Animado para criar algo especial para os fãs!”.

Antes disso, a XFL era dirigida pelo presidente da WWE, Vince McMahon.

Publicado em Campeonatos, XFL | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário

Protetores contra a COVID-19: NFL testará equipamentos que prometem impedir a transmissão do Coronavírus

Capacete da NFL desenvolvido em parceria com a Oakley - imagem: NFL

Capacete da NFL desenvolvido em parceria com a Oakley – imagem: NFL

Protetores contra a COVID-19

A Liga em questão estará nos próximos dias distribuindo os equipamentos aos 32 times que disputam o esporte no país – até o momento apenas duas equipe puderam testar a nova proteção.

Ainda sem uma data para a volta da competição nos Estados Unidos, a NFL comunicou nesta semana que está desenvolvendo um protetor bucal que promete impedir a transmissão do Coronavírus em campo e de quebra terá uma boa visibilidade, respiração e proteção sem atrapalhar o desempenho dos atletas.

Tomando todos os cuidados para ajudar na diminuição dos riscos de contágio da COVID-19 dentro do esporte – além da elaboração de rígidos protocolos de segurança, a Liga Nacional de Futebol Americano dos Estados Unidos está finalizando um projeto que ajudará os jogadores; trata-se de uma proteção bucal para ser acoplada aos capacetes dos atletas.

Característica da Proteção Bucal

A peça em plástico fica presa ao capacete e mesmo com aberturas, impede a transmissão direta do vírus através de gotículas respiratórias. Os 32 times da NFL deverão estar recebendo os equipamentos já nos próximos dias, para que assim, possam testá-los em longa escala. Até o momento, apenas o Los Angeles Rams e o Los Angeles Chargers conseguiram ter acesso ao equipamento desenvolvido em parceria com a Oakley.

De acordo com Thom Mayer – médico da Associação de Jogadores da NFL, o mesmo afirma que até agora, o “Mouth Shield” como está sendo denominado, não teve problemas com as principais preocupações dos atletas: visibilidade e respiração.

O material usado para a elaboração desta proteção é o mesmo utilizado por esquiadores e militares, contando ainda com uma tecnologia que realça o contraste e as cores.

Testes com os jogadores 

“Nós só testamos em alguns jogadores, temos 2 mil e quinhentos atletas na Liga, mas eu fiquei surpreso que a claustrofobia ainda não é um problema. Acho que será quando fizermos os teste em mais jogadores”, declarou o médico acima citado.

Para concluir, Thom Mayer ainda falou o seguinte sobre o novo equipamento a ser utilizado pelos jogadores da NFL:

“Sempre procuramos fazer algo a mais para a segurança, que ainda proteja, e em muitos casos, melhore o desempenho. Ainda não estamos com o produto finalizado. No entanto, no campo de saúde, não existe uma linha de chegada. Mas estamos animados com o possível papel que isso possa ter em mitigar os riscos dentro de campo”.

Publicado em Capacete, Equipamentos, NFL, Protetor | Com a tag , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Patrick Mahomes , quarterback do Kansas City Chiefs, permanecerá no time mais 10 anos – Valor do contrato é superior a R$ 2 bilhões


MVP do último Super Bowl, quarterback permanece em Kansas City até 2031; valor do contrato não foi confirmado, mas é apontado como o maior da história da NFL

Patrick Mahomes e o Kansas City Chiefs chegaram a um acordo, e o quarterback fica na equipe do Missouri por mais 10 anos. A informação é da ESPN americana. Mahomes é considerado um dos quarterbacks mais talentosos da atual geração da NFL, tendo sido campeão e MVP do último Super Bowl, o LIV. Os valores do contrato não foram revelados, mas os números totais superariam os 400 milhões de dólares – ou seja, mais de R$ 2,14 bilhões – o mais lucrativo da história da liga. O texano de Whitehouse foi draftado em 2017 e já tem no currículo duas aparições no Pro Bowl, o All-Star Game da NFL.

Como ainda tinha dois anos contratuais a cumprir, somando-se os 10 da extensão acertada nesta segunda-feira, o quarterback ficará pelo menos os próximos 12 anos no Kansas City. A expectativa é que Mahomes se torne o jogador mais bem pago da NFL quando assinar a extensão recorde.

Especialistas da NFL especulam que o jogador assine um contrato superior a US$ 40 milhões (R$ 213 milhões) por temporada. Como ele ainda tem dois nos de contrato, no valor de US$ 24,8 milhões, os 12 anos renderiam no total mais de US$ 424,8 milhões (cerca de R$ 2,3 bilhões). Atualmente Russell Wilson, quarterback do Seattle Seahawks, é o jogador mais bem pago da liga. Ele embolsa US$ 35 milhões por temporada (cerca de R$ 192 milhões).

Escolha nº 10 de 2017, Mahomes assumiu em 2018 a titularidade que era de Alex Smith em 2017, ganhando em 2018 o prêmio de MVP e se juntando a lendas como Tom Brady e Peyton Manning como os únicos quarterbacks com mais de 50 touchdowns e 5.000 jardas lançadas em uma única temporada.

Publicado em Campeonatos, Jogador, Kansas City Chiefs, NFL, Patrick Mahomes, Time | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário

Tom Brady: O quaterback, posa com novo uniforme do Tampa Bay Buccaneers pela 1ª vez na NFL

Após 20 anos no New England Patriots, jogador assume a camisa 12 da equipe da Flórida

A espera, enfim, acabou. Após uma longa expectativa, Tom Brady apareceu pela primeira vez com o uniforme que o Tampa Bay Buccaneers vai usar nesta temporada. A franquia apresentou o astro com sua nova camisa nas redes sociais no início da tarde desta terça-feira. Não um, mas os três uniformes da franquia: vermelho, branco e preto.

Três meses após assinar o contrato com os Bucs, Brady ainda não havia vestido a camisa do clube. A franquia da Flórida o jogador, então, fizeram mistério nas redes sociais e anunciaram a apresentação para esta terça.

O quaterback vai atuar com o mesmo número que usava no New England Patriots, equipe que deixou em março após mais de 20 anos de uma história bem sucedida. O último jogador a usar a numeração no Buccaneers foi o wide receiver Chris Goodwin, que ofereceu a 12 para Brady em sinal de respeito e por tudo que ele conquistou em sua carreira. A identificação de Brady com o 12 é tão grande que o número foi parar no nome da empresa do jogador, a TB12.

Brady, de 42 anos, é considerado um dos maiores jogadores de futebol americano de todos os tempos. Ele atuou pelo New England Patriots, time que o draftou em 2000, por 20 anos e, junto com o técnico Bill Belichick, conquistou nada menos que seis anéis de campeão da NFL, além de ter chegado a outros três Super Bowls e ter sido eleito MVP quatro vezes. O contrato com os Bucs é de 30 milhões de dólares (cerca de 150 milhões de reais) por uma temporada.

Tom Brady tem chance de fazer história nessa temporada. A cidade que vai receber o próximo Super Bowl é Tampa, cidade do novo time do quarterback. Na história da NFL, nunca um time disputou o Super Bowl em seu próprio estádio. A última e única vez que os Buccaneers foram campeões do Super Bowl foi em 2002.

Publicado em Camisa, Campeonatos, Equipamentos, Jogador, NFL, Tampa Bay Buccaneers, Time, Tom Brady, Uniforme | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

Após falência, Mike Tayson junto com o seu sócio Eben Britton, ex-jogador de futebol americano, faturam alto com maconha

O ex-atleta investe no plantio de maconha em um rancho de mais de 160 mil m²

Após anunciar falência em 2003, Mike Tyson conseguiu se reestabelecer financeiramente quase 20 anos depois, muito por causa do seu empreendimento no comércio de maconha.

Aos 53 anos, Tyson e seu sócio Eben Britton, ex-jogador de futebol americano, comandam um rancho de mais de 160 mil metros quadrados na Califórnia, onde investem no cultivo de variedades de maconha. A comercialização e consumo são liberados no estado desde 2018.

Estima-se que o lucro do ex-pugilista com o “Rancho Tyson” chegue a US$ 610 mil (R$ 3 milhões) por mês.

Tyson pretende abrir um resort dentro do seu rancho, com um espaço destinado à festivais sobre maconha, além da “Universidade Tyson”, que irá ensinar o cultivo correto da erva.

Cannabis é um remédio. Nesse momento da inteligência mundial, nesse momento da vida, deveriam saber que cannabis não é uma droga. Independentemente da punição que nos dão, não podemos parar de usá-lo. Não vamos parar”, disse Tyson em entrevista para a revista canadense Kind.

Tyson já chegou a acumular US$ 300 milhões no auge de sua carreira no boxe, mas perdeu o dinheiro após série de processos e dívidas.

“Eu sei quem eu sou quando uso e quem eu sou quando não uso. E quando não uso, não gosto da pessoa que sou, porque essa pessoa não torna minha vida consistente. Quando não fumo maconha, esse cara fica procurando por problemas. A erva foi feita para mim”, declarou o ex-atleta.

Publicado em Ex-jogador, Jogador | Com a tag , , , , , , , , | Deixar um comentário

Efeito Covid-19: Ausência de público pode fazer times da NFL perderem U$$ 5,5 bilhões

No início do mês, a NFL divulgou a tabela para a competição, até o momento prevista para começar em 10 de setembro com a visita do Houston Texas ao Kansas City Chiefs, atual campeão

As equipes da NFL, a liga profissional de futebol americano, podem perder uma receita de aproximadamente US$ 5,5 bilhões (R$ 31,3 bilhões) se as partidas da temporada 2020/21 acontecerem sem público. A estimativa foi feita pela revista Forbes.

Porque as equipes da NFL podem perder tanto dinheiro?

Segundo a publicação, que todos os anos avalia o valor de mercado de cada uma das 32 franquias do torneio, a pandemia da Covid-19 pode tirar da liga 38% da sua arrecadação, entre venda de ingressos, estacionamento, patrocinadores, venda de produtos licenciados e comidas e bebidas consumidas em dias de jogos.

No início do mês, a NFL divulgou a tabela para a competição, prevista para 10 de setembro com a visita do Houston ao Kansas City Chiefs.

Qual a previsão para a reabertura dos estádio?

Não há uma definição de quando ou se o público poderá ir ao estádio ver os jogos. O presidente americano, Donald Trump, já disse acreditar que isso acontecerá logo, mas não há base científica para a afirmação. Os jogadores também deverão perder dinheiro.

Qual a parte financeira destinada para o sindicato?

Pelo acordo dos donos das equipes com o sindicato, estes têm direito a 47% de tudo o que é arrecadado pelas franquias em atividades relacionadas ao campeonato da NFL.

Qual o time que terá a maior queda financeira?

A maior perda será do Dallas Cowboys, a marca esportiva mais valiosa do mundo, segundo a Forbes, avaliado em US$ 5 bilhões (R$ 28,5 bilhões). A diminuição de receita dos texanos seria de US$ 621 milhões (R$ 3,5 bilhões).

Em seguida vem o New England Patriots, com perda estimada de US$ 315 milhões (R$ 1,8 bilhão). A equipe também sofrerá na próxima temporada com a ausência do astro Tom Brady. O quarterback deixou a equipe de Massachusetts após 20 temporadas e 6 títulos conquistados.

Maior vencedor da história do Super Bowl, o atleta de 42 anos defenderá o Tampa Bay Buccaneers, equipe da Flórida, a partir de setembro.

Publicado em Campeonatos, NFL, Super Bowl | Com a tag , , , | Deixar um comentário

Liga nacional de futebol americano(BFA) suspende temporada 2020

Um jogo da BFA envolve muita gente, desde jogadores até vendedores ambulantes em estádios. O cenário atual no Brasil e no mundo exige medidas fortes para que possamos proteger a saúde de todas essas pessoas. Promover jogos de futebol americano, dentro da situação em que estamos vivendo, seria colocar em risco a saúde de todos os envolvidos. Por isso definimos, inicialmente, que o campeonato não começaria em julho, como havia sido programado.

Para diminuir custos reduzimos, em um primeiro momento, a temporada regular das equipes da Elite, e todos passariam a disputar 4 jogos antes dos playoffs. Já em um passo seguinte, analisamos as possibilidades de execução da BFA: fase regular e playoffs regionais seguidos de fase nacional; cancelamento da fase nacional e encerramento com campeões regionais; disputa regionalizada com jogos dentro do estado seguidos de playoffs dentro da região; essas foram algumas opções elaboradas.

Em paralelo, monitoramos a evolução do cenário em cada estado do Brasil, bem como acompanhamos a situação dos times durante esse período. Observamos que a questão financeira foi drasticamente afetada; tanto dos times, com a perda de patrocínios ou formas públicas de captação, como dos jogadores, com vários perdendo os seus empregos e fontes de renda. Pudemos perceber que, a cada dia que passa, o quadro se agrava e que não há previsão de melhora. Ninguém pode definir uma data para que as atividades voltem a acontecer normalmente.

Por isso, considerando os decretos estaduais que prorrogam a quarentena constantemente e as decisões já tomadas em outros esportes, acreditamos que o ideal para a BFA seja suspender sua temporada de 2020 até que se possa fazer alguma previsão sobre o retorno das atividades. Desta maneira, a BFA pode ocorrer caso o cenário evolua em tempo hábil e com os times que considerarem possível participar da disputa.

Publicado em BFA, Campeonatos | Com a tag , , , | Deixar um comentário

A NFL divulgou uma lista com o time completo dos melhores da década de 2010.

A NFL divulgou uma lista com o time completo dos melhores da década de 2010. A eleição também teve participação do Hall da Fama do Futebol Americano e escolheu 52 jogadores e dois técnicos.

Com dois prêmios de MVP da temporada regular (2010 e 2017) e três títulos de Super Bowl na década, o quarterback Tom Brady foi um dos oito jogadores que foram eleitos de forma unânime. Além do veterano quarterback, também estão o defensive tackle Aaron Donald (jogador defensivo do ano em 2017 e 2018), o defensive end J.J. Watt (jogador defensivo do ano em 2012, 2014 e 2015), o linebacker Von Miller (MVP do Super Bowl 50), o running back Adrian Peterson (MVP da NFL em 2012), o tackle Joe Thomas (sete vezes All-Pro na década), o guard Marshal Yanda (sete vezes All-Pro) e o kicker Justin Tucker (melhor aproveitamento em chutes da história da liga).

Brady, que vai jogar em 2020 pelo Tampa Bay Buccaneers, já havia sido eleito para a seleção dos melhores da década anterior. Além dele, outros quatro nomes também estiveram na seleção dos anos 2000. São eles: o técnico do New England Patriots, Bill Belichick, o defensive end Julius Peppers, o punter Shane Lechler e o retornador Devin Hester.

Para comandar este time de estrelas, os dois técnicos escohidos foram Bill Belichick, dos Patriots, e Pete Carroll, do Seattle Seahawks. Na década com os Patriots, Belichick conquistou o título da AFC Leste em todos os anos, levou o time a oito finais de conferência consecutivas (entre 2011 e 2018), além de cinco aparições no Super Bowl, com três títulos. Em dez anos com os Seahawks, Carroll levou o time aos playoffs oito vezes, e chegou em dois Super Bowls consecutivos, conquistando o título na temporada de 2013. Inclusive, os dois técnicos se enfrentaram no Super Bowl XLIX, quando os Patriots, de Belichick, venceram os Seahawks, de Carroll, por 28 a 24.

Os Patriots foram o time com o maior número de jogadores na lista. Ao todo, oito jogadores na lista passaram por New England em algum momento da década. São eles: Tom Brady, Rob Gronkowski, Antonio Brown, Stephen Gostkowski, Cordarrelle Patterson, Darrelle Revis, Logan Mankins e Chandler Jones, além do técnico Bill Belichick. Vale destacar que o treinador é o único que continua no time. O segundo time com mais indicados foi o atual campeão Kansas City Chiefs, que colocou seis jogadores na seleção.

Veja a relação completa do time da década de 2010 da NFL:

Técnicos: Bill Belichick (Patriots), Pete Carroll (Seahawks);

Ataque

Quarterbacks: Tom Brady (Patriots), Aaron Rodgers (Packers);

Running backs: Frank Gore (49ers, Colts, Dolphins, Bills), Marshawn Lynch (Bills, Seahawks, Raiders), LeSean McCoy (Eagles, Bills, Chiefs), Adrian Peterson (Vikings, Saints, Cardinals, Redskins);

Wide receivers: Antonio Brown (Steelers, Raiders, Patriots), Larry Fitzgerald (Cardinals), Calvin Johnson (Lions), Julio Jones (Falcons);

Tight ends: Rob Gronkowski (Patriots), Travis Kelce (Chiefs);

Tackles: Jason Peters (Eagles), Tyron Smith (Cowboys), Joe Staley (49ers), Joe Thomas (Browns);

Guards: Jahri Evans (Saints, Seahawks, Packers), Logan Mankins (Patriots, Buccaneers), Zack Martin (Cowboys), Marshal Yanda (Ravens);

Center: Alex Mack (Browns, Falcons), Markice Pouncey (Steelers);

Flex: Darren Sproles (Chargers, Saints, Eagles);

Defesa

Defensive Ends: Calais Campbell (Cardinals, Jaguars), Cameron Jordan (Saints), Julius Peppers (Panthers, Packers, Bears), J.J. Watt (Texans);

Tackles: Geno Atkins (Bengals), Fletcher Cox (Eagles), Aaron Donald (Rams), Ndamukong Suh (Lions, Dolphins, Rams, Buccaneers);

Inside Linebackers: Luke Kuechly (Panthers), Bobby Wagner (Seahawks), Patrick Willis (49ers);

Outside Linebackers: Chandler Jones (Patriots, Cardinals), Khalil Mack (Raiders, Bears), Von Miller (Broncos);

Cornerbacks: Patrick Peterson (Cardinals), Darrelle Revis (Jets, Buccaneers, Patriots, Chiefs), Richard Sherman (Seahawks, 49ers);

Safeties: Eric Berry (Chiefs), Earl Thomas (Seahawks, Ravens), Eric Weddle (Chargers, Ravens, Rams);

Defensive Backs: Chris Harris Jr. (Broncos), Tyrann Mathieu (Cardinals, Texans, Chiefs);

Especialistas

Kickers: Justin Tucker (Ravens), Stephen Gostkowski (Patriots);

Punters: Johnny Hekker (Rams), Shane Lechler (Raiders, Texans);

Retornador de punt: Tyreek Hill (Chiefs), Darren Sproles (Chargers, Saints, Eagles);

Retornador de kickoff: Devin Hester (Bears, Falcons, Ravens, Seahawks), Cordarrelle Patterson (Vikings, Raiders, Patriots, Bears).

Publicado em NFL, Super Bowl, Super Bowl, Time | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário