Gato preto interrompe jogo da NFL e time brinca: “Halloween ainda não acabou”


Felino conseguiu escapar dos funcionários que tentaram removê-lo do campo. Assista!

Um gato preto interrompeu o jogo de futebol americano entre New York Giants e Dallas Cowboys realizado na noite de ontem no MetLife Stadium, em nova Jersey. A presença do gato durante a partida foi alvo de piada na conta do New York Giants no Twitter.

“O Halloween ainda não acabou”, brincaram os responsáveis pelas redes sociais do time de Nova York, junto com o emoji de um rostinho de gato em meio a gargalhadas. O jogo acabou com a vitória do Dallas Cowboys, por 37 a 18.

No início do vídeo, o gato aparece caminhando calmamente pelo campo de futebol americano. Depois, ele parece ficar assustado ao notar a comoção com sua presença. Ele começa a correr após ver alguém indo em sua direção. Depois, ele corre em outra direção ao ver a torcida gritando.

 

O perfil do Dallas Cowboys também fez piada com o ocorrido. Compartilhando uma foto do gato correndo e o elegendo como “o melhor jogador da partida” e ressaltando seus feitos: “100 metros, 2 touchdowns e 9 vidas”.


A imprensa internacional relata que o gato acabou conseguindo fugir por um túnel de acesso ao interior do estádio. Até o momento não foi revelado qual o destino do felino. Assista ao vídeo mostrando o jogo paralisado com a invasão do gato:

Publicado em Campeonatos, Dallas Cowboys, MetLife - Nova Jersey, New York Giants, NFL, Stadium, Time | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

Brasileiro, Cairo Santos, erra quatro chutes, iguala pior marca da NFL e fica em xeque

Cairo Santos tenta chute durante derrota do Tennessee Titans para o Buffalo Bills pela temporada regular da NFL

O brasileiro Cairo Santos teve um domingo para esquecer na semana 5 da temporada regular da NFL. Ontem (6), o kicker errou quatro chutes na derrota em casa do Tennessee Titans, sua equipe, para o Buffalo Bills por 14 a 7. Como cada field goal vale três pontos, o jogador desperdiçou 12 para seu time, o que pode colocar seu emprego em xeque. A tarde terrível de Cairo o colocou em um grupo nada seleto de kickers que erraram quatro chutes em quatro tentativas, o que já aconteceu outras dez vezes na história da NFL de acordo com a ESPN.

Contratado para substituir Ryan Succop, titular dos Titans que foi colocado na lista de machucados até a oitava semana, o brasileiro corre risco de perder o emprego e ter que buscar uma nova franquia.

“Não se surpreenda se existir um novo kicker pelos Titans na próxima semana”, escreveu o jornalista Turron Davenport, da ESPN norte-americana.

As franquias da NFL não costumam pensar muito antes de cortar um kicker do seu elenco. Os números de Cairo eram bons antes do jogo, com apenas um erro em cinco chutes. Agora, o número foi para quatro acertos em nove – apenas 44,4% de aproveitamento.

Ontem, Cairo primeiro perdeu um chute de 50 jardas no segundo quarto. Depois, errou um chute de 36 jardas restando apenas 49 segundos para o fim do primeiro tempo. No último quarto, ele teve um chute de 33 jardas bloqueado. Por fim errou um chute de 53 jardas, que passou longe do Y. A decisão de mandar Cairo chutar uma quarta vez para uma distância longa foi bastante contestada, já que é um chute muito difícil e o retrospecto não era bom.

“Nunca tive um dia como este. Estou extremamente desapontado, mas não sinto pena de mim, sinto dos meu colegas e treinadores que treinam forte durante toda a semana. Nada parecia certo hoje após o primeiro chute, tentei corrigir as coisas e não deu certo. Preciso ajustar melhor. Hoje eu fico com pena dos meus colegas, eles mereciam a vitória e precisavam de um dia melhor meu”, disse Cairo.

O técnico dos Titans, Mike Vrabel, defendeu o brasileiro e disse manter a confiança no jogador, o que pode ser um bom sinal pensando na sequência da temporada.

“Eu confio nele. Eu penso que temos trabalho a realizar. Gosto de pensar que, se você comete erros, nós temos que corrigi-los. Esse cara já acertou alguns chutes para nós”, afirmou.

O quarterback Marcus Mariota e o wide receiver Corey Davis também saíram em defesa de Cairo. “Temos toda a confiança do mundo nele”, disse Mariota.

Resta saber se a direção do Tennessee Titans, que perdeu três dos cinco jogos disputados na temporada, dará mais uma chance para Cairo.

Publicado em Cairo Santos, Campeonatos, Geral, Jogador, NFL | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

OakBerry é a primeira empresa brasileira convidada a participar do SuperBowl


A OakBerry rede de alimentação saudável focada em açaí, é a primeira marca brasileira a fazer parte de um dos principais eventos esportivos do mundo. A National Football League, liga profissional de futebol americano, é um campeonato tradicional para os habitantes dos Estados Unidos e acontece desde 1967, tornando-se uma tradição bem forte para o país.

A operação permanece no Hard Rock Stadium, casa dos Miami Dolphins, durante toda a temporada regular da NFL e terá seu grande momento em 02 de fevereiro de 2020, data em que o estádio sediará o LIV (54o) SuperBowl; evento esportivo mais assistido do mundo.

“Marcar presença em um evento como este significa muito para nós. Tivemos a honra de ser convidados pelo Miami Dolphins e acreditamos que esse período vai gerar uma troca importante com o público americano”, afirma Georgios Frangulis, Fundador da OakBerry.

Publicado em Geral | Com a tag , , , | Deixar um comentário

Odell Beckham Jr., estrela da NFL, promete continuar usando relógio de R$ 780 mil durante jogos

Um dos jogadores mais badalados da NFL, a liga de futebol americano dos Estados Unidos, o wide receiver Odell Beckham Jr. chamou a atenção na partida de estreia de sua equipe, o Cleveland Browns, no último domingo. O americano entrou em campo contra o Tenessee Titans usando um relógio no braço direito, e prometeu continuar utilizando-o mesmo após preocupação da liga.

— Olhe o livro de regras. Diz que você não pode vestir objetos duros. O relógio é de plástico — afirmou o jogador, em declarações reproduzidas pela emissora americana “ESPN”:

— Os caras usam joelheiras feitas de metal que são duras, e você não os vê tirando. Todos usam joias, estou tranquilo.

Segundo a emissora, a peça utilizada pelo jogador realmente é feita de plástico, e custa em torno de 190 mil dólares (780 mil reais, aproximadamente). O porta-voz da NFL, Michael Signora, prometeu discutir com o jogador e os Browns sobre o uso do acessório.

Um representante da marca do relógios garantiu que o jogador é um consumidor comum, e não há qualquer tipo de campanha de marketing em andamento.

— Vou continuar usando, do mesmo jeito que faço todos os dias nos treinos e no dia-a-dia. Tomo banho com ele. Está em mim — garantiu Beckham Jr.

Em campo, o Cleveland Browns perdeu, em casa, para os Titans. A partida terminou 43 a 13 para a equipe do Tennessee.

Publicado em Jogador, NFL, Odell Beckham Jr. | Com a tag , | Deixar um comentário

Jogadores em ano de contrato que precisam explodir em 2019

Todo ano, temos notícias dos treinamentos das equipes que são clichês de jornalistas que cobrem os treinos como “está na melhor forma de sua vida”, “ganhou 4 quilos de massa muscular”, entre outros. Muitos desses clichês servem para aumentar as chances de o jogador conseguir uma extensão contratual melhor, ou valorizá-lo de forma artificial, sem que nada seja mostrado em campo, durante a temporada.

Jogadores em ano de contrato (que estão em último ano do contrato vigente) normalmente querem ter o seu ano de explosão para assinar uma boa renovação ou um belo contrato quando chegar a free agency, o que torna alguns (poucos) desses boatos verdadeiros. Entre boatos e informações verdadeiras, o que realmente valerá para um novo contrato é a produção em campo. Veremos aqui exemplos de jogadores que estão nesta situação para 2019.

RB Kenyan Drake (Miami Dolphins)

Drake é um típico jogador, como muitos no ataque do Dolphins, que tem expectativa de estar em sua melhor forma e explodir em todo início de temporada, mas agora, está em ano de contrato e é realmente o ano em que ele precisa de produzir bem para ganhar um bom contrato, seja em Miami ou em outro lugar. Drake apareceu de bota ortopédica nos treinos da equipe, o que não é um bom sinal para o início de temporada. Se Drake perdeu jogos e espaço para Kalen Ballage no início da temporada, precisará de correr atrás do prejuízo para garantir bons rendimentos em seu próximo contrato.

Credit: Thomas J. Russo-USA TODAY Sports

RB Derrick Henry (Tennessee Titans)

Outro jogador em que sempre se fala muito na pré-temporada, Henry saiu do futebol americano universitário badalado, sendo vencedor do Heisman Trophy em uma das suas temporadas em Alabama. Chegou em Tennessee como complemento a DeMarco Murray, estrela da liga na época e com a aposentadoria deste teve de assumir o protagonismo do backfield do Titans. Henry costuma ser o corredor 8 ou 80, que vence na força, por conta de seu biotipo. Muito pesado, demora a acelerar e mudar de direção, o que prejudica em algumas corridas, mas quando embala é capaz de proporcionar lances emblemáticos como o touchdown de 99 jardas contra o Jacksonville Jaguars, em 2018. Muito por conta desses highlights, Henry não deve ter problemas em arrumar um time em 2020, mas um ano bom em 2019 pode lhe proporcionar um contrato top da posição.

EDGE Dante Fowler Jr (Los Angeles Rams)

Escolhido no top 3 do draft de 2015, Fowler nunca teve uma produção que justificasse a expectativa depositada nele na época do draft. Passou todo ano de calouro lesionado, depois voltou e chegou a jogar bem, mas nada no nível de uma escolha top 3 do draft. Trocado para os Rams ano passado, assinou por um ano com a franquia de Los Angeles para provar seu valor. Precisa de melhorar sua habilidade de sair dos bloqueios e conter as corridas adversárias para não ser apenas um jogador de pass rush em 3 descidas longas. Ainda assim, não deve receber um contrato top da posição, a menos que seja um jogador de 20 sacks em 2019, o que com certeza elevaria seu patamar entre as franquias da liga.

EDGE Vic Beasley (Atlanta Falcons)

Jogador líder em sacks da liga em 2016, Beasley não teve sucesso parecido em 2017 e 2018 e caiu bastante de produção. Sofreu e foi inconsistente como quase todo time de Atlanta ano passado e vai precisar de voltar ao nível de 2016 para ter uma boa renovação de contrato para 2020. Com as renovações de Grady Jarrett, Deion Jones e Matt Ryan nos últimos tempos e a de Julio Jones chegando, creio que Beasley vá ganhar seu novo contrato em um outro lugar, longe do Mercedes Benz Stadium.

QB Jameis Winston (Tampa Bay Buccaneers)

Winston, primeira escolha geral do draft em 2015, chegou com status de vencedor do Heisman Trophy no futebol americano universitário e com alguns problemas extra-campo. Em campo, passes maravilhosos e interceptações horríveis, contrastavam e deixavam uma dúvida na torcida sobre Winston ser o futuro da franquia. Em 2019, Winston terá Bruce Arians, gênio ofensivo e um novo sistema que deverá favorecer suas características e precisará provar que vale o investimento de um contrato pesado de quarterback para o bolso do Tampa Bay Buccaneers nos próximos anos e que consegue se manter saudável e instável mentalmente para conduzir o ataque do time da Flórida.

QB Marcus Mariota (Tennessee Titans)

Assim como seu companheiro Derrick Henry e Jameis Winston, Mariota foi vencedor do Heisman Trophy e foi escolhido na segunda escolha geral do draft de 2015, só atrás de Winston. Teve momentos de brilho, como nós playoffs de 2017 contra o Kansas City Chiefs, no Arrowhead Stadium, quando virou um jogo totalmente adverso e momentos bizarros de pane mental. Agora com a promessa de um novo coordenador ofensivo e novas armas dadas pela diretoria, é o “vai ou racha” para Mariota se manter saudável e levar o time de Tennessee ao próximo nível, caso contrário, o time que trocou pelo quarterback Ryan Tannehill deve deixá-lo ir ao mercado e trazer um calouro para amadurecer no banco de Tannehill.

Publicado em Campeonatos, Jogador, NFL | Com a tag , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Tom Brady renova com os Patriots – Quarterback seis vezes campeão da NFL jogará mais três temporadas no New England


O quarterback Tom Brady segue desafiando os limites do envelhecimento para um atleta de ponta. O jogador californiano, que acaba de completar 42 anos, firmou um novo contrato com o New England Patriots, time dos arredores de Boston, e jogará futebol americano profissionalmente até pelo menos os 44 anos. O novo vínculo se encerra ao final da temporada de 2021, cuja partida final, o Super Bowl, acontece em fevereiro de 2022.

Brady é o atual campeão da NFL, e seu novo contrato lhe garantirá vencimentos de 75 milhões de dólares nos próximos três anos: serão 23 milhões de dólares para jogar em 2019, 30 milhões de dólares em 2020 e 32 milhões de dólares em 2021. Embora não seja o jogador mais bem pago da liga, essa é a remuneração mais alta que o hexacampeão do Superbowl receberá nessas duas décadas que atua como profissional.

A forma física de Brady, que permite que ele continue sendo um dos principais jogadores da NFL apesar de já ser um quarentão, já virou até seriado. Em Tom vs Time, exibido pelo Facebook Watch, o jogador mostra a sua rotina regrada e de cuidados com o corpo para manter um nível profissional – e para desespero da esposa brasileira Gisele Bündchen, que gostaria de ver o marido já aposentado a essa altura da vida.

O assunto também virou livro. Em O Método TB12: Como Alcançar Uma Vida Inteira de Alto Rendimento (TB12 é uma referência às iniciais do nome do quarterback e ao número que ele utiliza), Tom Brady dá dicas de condicionamento físico, estilo de vida e até de alimentação, dividindo as receitas fazem parte de seu cardápio de alimentação.

A temporada 2019 da NFL começa no dia 5 de setembro, com o jogo entre Chicago Bears e Green Bay Packers. O New England Patriots de Tom Brady é o atual campeão da liga e estreia no dia 8, contra o Pittsburgh Steelers.

Publicado em Jogador, NFL, Super Bowl, Tom Brady | Com a tag , , , | Deixar um comentário

‘Ballers’: Dwayne Johnson domina tudo no trailer da 5ª temporada; Assista! – Serie narra a vida de um grupo de jogadores e ex-jogadores de futebol americano


A HBO divulgou o trailer da 5ª temporada de ‘Ballers‘, drama esportivo estrelado por Dwayne Johnson.

Confira:

A série foi criada por Stephen Levinson, e tem Mark Wahlberg como produtor executivo.

A narrativa acompanha Spencer Strasmore (Johnson), um atleta aposentado, além das vidas de um grupo de jogadores e ex-jogadores de futebol americano.

Publicado em Ex-jogador, Jogador, Super Bowl | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário

Josh Norman – Largada de touros pode valer multa pesada a estrela dos Washington Redskins

Ente 7 e 14 de julho, as ruas de Pamplona enchem-se de entusiastas da tauromaquia para as habituais largadas de touros de San Fermín. Este ano, uma das largadas teve direito a um participante mediático.

Josh Norman, cornerback dos Washington Redskins – equipa de futebol americano – participou na largada da última quarta-feira. O momento ficou registado nas redes sociais do jogador, mas a brincadeira acabou por causar mal-estar entre a equipa.

Com um contrato avaliado em nove milhões de euros anuais, Josh Norman é o cornerback mais bem pago da NFL (liga profissional de norte-americano) e uma das esperanças dos Redskins para a próxima época. Com 16 feridos registados até ao momento, Norman colocou seriamente em risco a presença em campo, numa situação que não teve o aval dos responsáveis do emblema norte-americano.

Publicado em cornerback, Jogador, Josh Norman, Posições | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário

Futebol x futebol: brasileiro do Miami Dolphins, Durval Queiroz (Duzão) encontra Vinicius Jr., craque do Real Madrid

Em curta passagem pelo Brasil, Durval Queiroz e Kenyan Drake visitam atacante merengue e da Seleção Brasileira no Rio de Janeiro; mais tarde, dupla dos Dolphins prestigia jogo da Copa América

A agenda de Durval Queiroz e Kenyan Drake no Rio de Janeiro não para. Depois de visitarem projetos sociais, o Cristo Redentor e receberem os fãs cariocas em uma noite de autógrafos, os jogadores do Miami Dolphins, da NFL, conheceram nesta sexta-feira o atacante Vinicius Jr., de 18 anos. O craque do Real Madrid e ex-jogador do Flamengo ganhou de presente uma bola e um boné autografados pela dupla dos Dolphins.

Ainda nesta sexta, Duzão e Drake acompanharão direto do Maracanã o jogo entre Argentina x Venezuela, às 16h, pelas quartas de final da Copa América.

Duzão fez parte do programa da NFL para lapidar jogadores de fora dos Estados Unidos, International Pathway Program, sendo assim o primeiro brasileiro a chegar na liga sem passagem pelo futebol americano universitário. Em abril, o brasileiro assinou contrato no valor de 6,7 milhões de reais garantidos, mas não tem vaga certa no elenco dos Dolphins.

O brasileiro aproveita as últimas semanas de descanso antes de voltar a Miami para a fase de treinamentos obrigatórios (training camp) e os jogos de pré-temporada da NFL, que vão decidir o futuro do brasileiro na liga.

Publicado em Campeonatos, Jogador, NFL | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário

NFL estuda “receitar” maconha para atletas e substituir remédios para dores

A onda de legalização do uso medicinal da maconha em diversos estados dos EUA vem revelando potencial de cura da planta em áreas diversas de tratamento e aplicação. Trata-se de uma possível revolução médica em tantas frentes que até mesmo a NFL, liga nacional de futebol americano, passou a discutir a possibilidade de rever suas estritas regras de uso de medicamentos para também se abrir para a cannabis em um futuro próximo.

Atualmente a NFL proíbe o uso medicinal da planta em qualquer esfera para seus atletas, mas a possível revisão de tal restrição nasceu de uma colaboração entre a liga e a Associação Nacional de Jogadores de Futebol do país. Em parceria foi criado um comitê para explorar o potencial curativo e analgésico de tratamentos alternativos – que incluem a maconha. A ideia é que a planta possa ser utilizada como um medicamento menos invasivo, mais natural e com menores efeitos colaterais para a dor em jogadores contundidos.

Segundo o médico-chefe da NFL, Allen Sills, o anunciou fez desse um “dia verdadeiramente histórico e de orgulho para a liga e a associação ao criarem uma parceria como essa. O fim da proibição, se aprovada, pode se dar efetivamente cedo – a ideia é que a maconha medicinal possa ser utilizada pelos jogadores a partir do início da temporada 2021. Esse poderá, quem sabe, se tornar um precedente para outros esportes, a fim de melhorar objetivamente a saúde dos atletas como um todo.

Publicado em Geral | Com a tag , , , , , , , | Deixar um comentário